(21) 2242-0999
whatsapp(21) 97990-2997

Como Funciona

O Leilão

O leilão ou hasta é uma modalidade de negociação, muito difundida em órgãos públicos e empresas privadas, do qual administradores e servidores necessitam solucionar de maneira simples e rápida a compra ou venda de bens.

No caso de leilões públicos de venda, o leiloeiro irá ler as condições de venda descritas no catálogo, as quais deverão ser acompanhadas por todos os compradores. O leiloeiro é um agente público, pertencente à categoria ficação doutrinária do Direito Administrativo Brasileiro.

Em seguida os lotes em leilão serão anunciados um a um. Assim que o lote de interesse da pessoa for anunciado, ela deverá levantar a mão para dar um lance (se necessário falando ao leiloeiro o valor do seu lance).

Lote é um conjunto formado de um ou mais bens que serão leiloados. No caso de leilão de veículos, um lote pode ser formado por apenas um automóvel, enquanto em um leilão de materiais um lote pode ser constituído por um conjunto de motores e peças diversas.

Caso existam mais pessoas interessadas no mesmo lote inicia-se uma disputa para decidir quem dará o maior lance começando com o lance mínimo. É basicamente uma disputa de "quem dá mais" (NBS).

Lance mínimo é o menor preço para que um determinado lote seja vendido, se o lance mínimo não for atingido será aceito um lance condicional, "lance condicional" é o termo utilizado quando o maior lance ofertado por um bem leiloado não atinge o valor mínimo de venda exigido por seu vendedor (arrematante).

 

Regras de conduta – Oferta Pública

Não é uniforme o comportamento esperado das pessoas em um leilão presencial que deve forçosamente ter mais de 1(um) agente, se - não se trata de leilão; muitas das regras de conduta são as mesmas de qualquer evento social, todavia esperam-se alguns comportamentos mínimos e há algumas considerações a se ter em mente para participar de um leilão:

  1. Não é necessário convite. O leilão é público e deve ser acessível aos cidadãos interessados. Ele tem a necessidade jurídica de ser aberto a qualquer eventual comprador - todavia pode ser necessária a democratização desse evento segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) leilão Público Internacional, bem como a qualificação prévia por meio de inscrição ou outros critérios segundo o montante ideal para a oferta, que seja acessível ao maior número possível de agentes, para ser leilão pois pode haver a chamada "Corrupção - Política".
  2. Em caso de interesse real, seja para aprender sobre o conteúdo do pregão ou para comprar, visite antecipadamente a exposição e tome as informações sobre os lotes antecipadamente e democraticamente acessíveis ao maior número de pessoas/agentes possível.
  3. Vista-se de acordo com o ambiente, a hora e o público do evento.
  4. Pontualidade; está regra básica de qualquer evento social. Quem chega tarde pode simplesmente perder a oportunidade para outro interessado.
  5. Cadastre-se, se pretende fazer lance em alguma peça ou se desejar receber os convites posteriores em casa.
  6. Evite o álcool, principalmente se pretende fazer alguma compra! Em muitos leilões são oferecidas bebidas, mas a sobriedade é aconselhável ao bom negócio.
  7. Ao fazer um lance, deixe clara sua oferta ao leiloeiro, procurar ser discreto para o público e visível para o pregoeiro.
  8. Faça apenas lances adequados ao valor do lote, mesmo que o leiloeiro deixe em aberto. Lance pequeno demais é ignorância ou insulto.
  9. Suba a oferta de acordo que o que estiver sendo praticado.
  10. Não faça um lance além de suas posses. O lance no leilão tem o valor de um contrato firmado perante a autoridade que oferece ao mercado e essa deve fracionar o lote obrigatoriamente, sob pena da lei ( perigo da chamada Corrupção): o leiloeiro - agente independente, que é um funcionário independente - das - partes, e/ou seu representante tem função pública - isenta, e é como tal se o contrato fosse registrado em cartório.